Bíblia 365: Semana 11

* Deixarei recente para que possam ler, conforme for postando o das outras semanas que ainda estão atrasadas, colocarei nas datas certas. *

* Esta semana contém apenas a carta de São Paulo aos Colossenses e um salmo que foi lido também.

Salmo 16 – Prece do justo perseguido

Ouvi, Senhor, uma causa justa! Atendei meu clamor!
Escutai minha prece, de lábios sem malícia.
Venha de vós o meu julgamento,
e vossos olhos reconheçam que sou íntegro.
[…]
Eu vos invoco, pois me atenderei, Senhor; 
inclinai vossos ouvidos para mim, escutai minha voz.
Mostrai a vossa admirável misericórdia, 
vós, que salvais dos adversários os que se acolhe à vossa direita.
Guardai-me como pupila dos olhos, 
escondei-me à sombra das vossas asas,
longe dos pecadores que me querem fazer violência. 
[…]
com vossa espada, livrai-me do pecador,
com vossa mão, livrai-me dos homens,
desses cuja única felicidade está nessa vida,
que tem o ventre repleto de bens,
cujos filhos vivem na abundância
e deixam ainda aos seus filhos o que lhes sobra.
Mas eu, confiado na vossa justiça, contemplarei a vossa face;
ao despertar, saciar-me-ei com a visão de vosso ser.
– 1-2. 6-9. 13-15

Ao ler este salmo eu vi não só como devemos nos portar como cristãos, vi muito mais que isso, ele dá-nos a certeza de que o Senhor está conosco, de que Ele ouve-nos e cuida de nós mesmo que não percebamos instantaneamente. Porque é por misericórdia que somos salvos, desde o princípio, fomos colocados a Seu lado e somos cuidados por Ele todos os dias, sem cessar. Precisamos ter essa confiança de Davi, e exaltar o nosso Deus todos os dias, precisamos ser fiéis a Ele para contemplarmos verdadeiramente a vossa face maravilhosa.

Epístola aos Colossenses

“Temos ouvido falar da vossa fé em Jesus Cristo e da vossa caridade com os irmãos, em vista da esperança que vos está reservada nos céus. Esperança que vos foi transmitida pela pregação da verdade do Evangelho, que chegou até vós, assim como toma incremento no mundo inteiro e produz frutos sempre mais abundantes. É o que sempre acontece entre vós, desde o dia em que ouvistes anunciar a graça de Deus e verdadeiramente a conhecestes.” – Cl 1, 4-6

A nossa fé no Cristo Salvador espalha-se rapidamente, por isso é tão importante que a professemos, para facilitar ainda mais este processo e mais pessoas percebam como a Palavra de Deus, escrita por homens, inspirados pelo espírito santo pode salvar-nos . Desde o dia em que O conhecemos verdadeiramente, sentimos o desejo de fazer com que outras pessoas estejam próximas d’Ele e também O sintam. E a nossa caridade, nosso amor pelos irmãos, é um dos maiores indicadores de estarmos em Cristo Jesus.

“Não cessamos de orar por vós e pedir a Deus para que vos conceda pleno conhecimento da sua vontade, perfeita sabedoria e penetração espiritual, para que vos comporteis de maneira digna do Senhor, procurando agradar-lhes em tudo, frutificando em toda boa obra e crescendo no conhecimento de Deus. Para que, confortados em tudo pelo seu glorioso poder, tenhais a paciência de tudo suportar com longanimidade.” – Cl 1, 9-11

Temos que estar ciente de termos intercessores por nós; anjos, santos, consagrados, leigos e demais pessoas que rezam constantemente por nós, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. E assim como temos, também podemos ser, colocando essas intenções nas nossas orações. Todo cristão pode ser um intercessor através das orações, pois não devemos rezar apenas por nós mesmos e pelos nossos, mas pelos pecadores do mundo inteiro, por há muitos que não sabem fazer ou não o conhecem e pela nossa oração, serão salvos. Que tenhamos esse amor ágape de estar unidos aos nossos irmãos.

“Sede contentes e agradecidos ao Pai, que vos fez dignos de participar da herança dos santos na luz. Ele nos arrancou do poder das trevas e nos introduziu no Reino de seu Filho muito amado, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados.” – Cl 1, 1-14

É graças a Ele que fomos salvos e temos a garantia da vida eterna, então tenhamos a humildade de agradecer por tudo que recebemos, independente de ser o que queremos e buscamos ou não, pois tudo já nos foi preparado para que sejamos felizes em Cristo Jesus.

Eminência de Cristo – Cl 1, 15-23
“Ele é a imagem de Deus invisível, o Primogênito de toda criação. Nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as criaturas visíveis e as invisíveis. Tronos, dominações, principados, potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Ele existe antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem nele. Ele é a cabeça do corpo, da Igreja.
“Ele é o Princípio, o primogênito dentre os mortos e por isso tem o primeiro lugar em todas as coisas. Porque aprouve a Deus fazer habitar nele toda a plenitude e por seu intermédio reconciliar consigo todas as criaturas, por intermédio daquele que, ao preço de seu próprio sangue na cruz, restabeleceu a paz a tudo quanto existe na terra e nos céus. 
“Há bem pouco tempo, sendo vós alheios a Deus e inimigos pelos vossos pensamentos e obras más, eis que agora ele vos reconciliou pela morte de seu corpo humano, para que vos possais apresentar santos, imaculados, irrepreensíveis aos olhos do Pai. Para isto, é necessário que permaneceis fundados e firmes na fé, inabaláveis na esperança do Evangelho que ouvistes, que foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu.”

Tenham isto como base e reflitam sobre o que sentem após lerem este trecho em especial, se preciso for, leiam novamente em outro momento mais adequado.

“Em virtude da missão que Deus me conferiu de anunciar em vosso favor a realização da palavra de Deus.” – Cl 1, 25

Esta missão Ele não deu somente a Paulo, mas também a João, Marcos, Davi e a nós. Todos somos convidados por Ele para anunciar as obras que faz em nossas vidas, para que outras pessoas possam chegar a Ele através de nossos testemunhos, de nossas ações. Que sejam realmente ações e não apenas palavras. Pois quando um Evangelizador caí, todo o seu rebanho fica perdido e morre também.

“A Ele é que anunciamos, admoestando todos os homens e instruindo-os em toda sabedoria, para tornar todo homem perfeito em Cristo. Eis a finalidade do meu trabalho, a razão porque luto auxiliado por sua força que atua poderosamente em mim.” – Cl 1, 28-29

Que seja também a finalidade do nosso e sintamos essa força auxiliadora todos os dias.

Continuar lendo

Bíblia em 365: Semana 10

“Dou graças a meu Deus, cada vez que de voz me lembro. Em todas as minhas orações, rezo sempre com alegria por todos vós, recordando-me da cooperação que haveis dado na difusão do Evangelho, desde o primeiro dia até agora.” – Fl 1, 3-5

“Peço, na minha oração, que a vossa caridade se enriqueça cada vez mais de compreensão e critério, com que possais discernir o que é mais perfeito e vos torneis puros e irrepreensíveis para o dia de Cristo, cheios de fruto da justiça, que provêm de Jesus Cristo, para a glória e louvor de Deus.” – Fl 1, 9-11

Neste versículo eu lembre de vários amigos de grupos variados, mas com toda firmeza do mundo eu lembro de vocês. O fato de estar aqui postando isso e saber que tem gente acompanhando ou mesmo que entrou por acaso e acabou encontrando algo que a fez refletir e melhorar a sua vida ou sua relação com Deus, é algo que enche-me de alegria e que eu agradeço muito em minhas orações.

“Aquele que iniciou em vós esta obra excelente lhe dará o acabamento até o dia de Jesus Cristo.” – Fl 1, 6

Não importa a dificuldade que tem sido realizar as obras que estão em teu coração para honrar a Cristo, ele sabe que tens tentado e tem visto todo o seu esforço. Ele entende o seu coração e se for realmente da vontade dele, será concretizado mesmo que leve anos para que tal coisa aconteça.

“Contanto que de todas as maneiras, por pretexto ou por verdade, Cristo seja anunciado, nisto não só me alegro, mas sempre me alegrarei.” – Fl 1, 18

Neste trecho, o apóstolo fala sobre o fato de muitos estarem zombando do motivo dele estar preso – por proclamar o Evangelho de Cristo – diziam como se fosse algo inútil ou melhor, errada. Mas ele não se importava, pois o importante era que falassem e até por meio destes, que zombam, haviam pessoas sendo transformadas por pensarem: “Mas que Senhor é esse que ele suporta a prisão com tranquilidade e esperança?”. Não importa o que estejamos passando, se está sendo fácil ou não, andemos nos caminhos do Senhor, honrando o Seu nome todos os dias, pois ele nos liberta sempre.

“Meu ardente desejo e minha esperança são que em nada serei confundido, mas que, hoje como sempre, Cristo será glorificado no meu corpo (tenho toda certeza disto), quer pela minha vida, quer pela minha morte. Porque para mim viver é o Cristo e morrer é o lucro.” – Fl 1, 20-21

Que tenhamos nós também esta certeza de que nada é por acaso e Deus faz o que é certo para nós, tudo foi planejado. E tenhamos também a confiança de dizer que vivemos para Cristo, para que, quando chegar a hora, estejamos mais do que prontos para estar com Ele no reino dos céus.

Apelo à constância – Fl 1, 27-30
“Cumpre, somente, que vos mostreis em vosso proceder dignos do Evangelho de Cristo. Quer eu vá ter convosco, quer permaneça ausente, desejo ouvir que estais firmes em um só espírito, lutando unanimente pela fé no Evangelho, sem vos deixardes intimidar em nada pelos vossos adversários. Isto para eles é motivo de perdição; para vos outros, de salvação. E é a vontade de Deus, porque a vos é dado não somente crer em Cristo, mas ainda por ele sofrer. Sustentai o mesmo combate que me tendes visto travar e no qual sabeis que eu continuo agora.”
“Portanto, meus muitos amados e saudosos irmãos, alegria e coroa minha, continuai assim firmes no Senhor, caríssimos.”
– Fl 4, 1

Apesar de ser paulo dizendo isto, eu sempre penso em Cristo falando comigo. Então digo, mesmo que pense estar sozinho(a), que não dá mais para seguir, que não consegue mais se relacionar com Deus como antes, tenha fé! Tenha fé pois serão nesses momentos que Deus mais estará crescendo e habitando em ti. Seja forte e mostre que independente de tudo você continua inabalavelmente pronta para servir.

Continuar lendo

Bíblia em 365: Semana 09

“Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo, e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.
“No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito da sua livre vontade, para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.
“Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.
“Ele nos manifestou o misterioso desígnio de sua vontade, que em sua benevolência formara desde sempre, para realizá-lo na plenitude dos tempos – desígnio de reunir em Cristo todas as coisas, as que estão nos céus e as que estão na terra.
“Nele é que fomos escolhidos, predestinados segundo o desígnio daquele que tudo realiza por um ato deliberado de sua vontade, para servimos à celebração de sua glória, nós que desde o começo voltamos nossas esperanças para Cristo.
“Nele também vós, depois de terdes ouvido a palavra da verdade, o Evangelho de vossa salvação no qual tendes crido, fostes selados com o Espírito Santo que fora prometido, que é o penhor da nossa herança, enquanto esperamos a completa redenção daqueles que Deus adquiriu para louvor de sua glória.
“Por isso também eu, tendo ouvido falar da vossa fé no Senhor Jesus, e do amor para com todos os cristãos, não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações. Rogo ao Deus de nosso Senhor Jesus cristo, o Pai da glória, vos dê um espírito de sabedoria que vos revele o conhecimento dele; que ilumine os olhos do vosso coração, para que compreendais a que esperança fostes chamados, quão rica e gloriosa é a herança que ele reserva aos santos, e qual é a suprema grandeza de seu poder para conosco, que abraçamos a fé.
“É o mesmo poder extraordinário que ele manifestou na pessoa de Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o sentar a sua direita no céu, acima de todo principado, potestade, virtude, dominação e de todo nome que possa haver neste mundo como no futuro. E sujeitou a seus pés todas as coisas, e o constituiu chefe supremo da Igreja, que é o seu corpo, o receptáculo daquele que enche todas as coisas em todos os aspectos.” – Efésios 1, 3-22

Este capítulo fala muito a respeito da vinda de Cristo, pela nossa redenção, mas fala ainda sobre nós, sobre o nosso dever e sobre a Igreja, o que ela realmente é. Por ser o receptáculo de Cristo que é tão importante estarmos na igreja e sermos igreja também. Releia o capítulo e repense em sua vida, em que você tem servido.

Continuar lendo

Bíblia em 365: Semana 08

Esta semana tem dois capítulos fora da ordem de leitura. Um é do livro de Isaías, capítulo 53 e outro é do livro dos Salmos, capítulo 22. Eles estão atrasados, eram para estarem na Semana 07, mas eu esqueci de colocá-los lá e por isso estarão aqui logo de começo.

Isaías 53, 2-5. 7. 10-11

“não tinha graça nem beleza para atrair nossos olhares, 
e seu aspecto não podia seduzir-nos.
Era desprezado, era a escória da humanidade,
home das dores, experimentado nos sofrimentos;
como aqueles, diante dos quais se cobre o rosto,
era amaldiçoado e não faziam caso dele.
Em verdade, ele tomou sobre si nossas enfermidades,
e carregou os nossos sofrimentos:
e nós o reputávamos como um castigado, 
ferido por Deus e humilhado.
Mas ele foi castigado por nossos crimes, 
E esmagado por nossas iniquidades;
o castigo que nos salva pesou sobre ele;
fomos curados graças às suas chagas.
[…]
Foi maltratado e resignou-se;
não abriu a boca,
como um cordeiro que se conduz ao matadouro,
e uma ovelha muda nas mãos do tosquiador.
[…]
Mas aprouve ao Senhor esmagá-lo pelo sofrimentos; 
se ele oferecer sua vida em sacrifício expiatório,
terá uma posterioridade duradoura, prolongará seus dias,
e a vontade do Senhor será por ele realizada.
Após suportar em sua pessoa os tormentos,
alegrar-se-à de conhecê-lo até o enlevo.
O Justo, meu servo, justificará muitos homens,
e tomará sobre si iniquidades.”

Aconselho aqui que releia com calma tudo novamente e faça um momento de reflexão apenas seu. São palavras muito sinceras a respeito do nosso Cristo e merece um momento dedicado à ela para nosso desenvolvimento espiritual através do que ela quer mostrar-nos.

Salmos 22, 1. 3-4. 6
(Deus, pastor dos homens)

“O Senhor é meu pastor, nada me faltará.
[…]
restaura as forças de minha alma.
Pelos caminhos retos ele me leva,
por amor do seu nome.
Ainda que eu atravesse o vale escuro,
nada temerei, pois estais comigo.
Vosso bordão e vosso báculo
são o meu amparo.
[…]
A vossa bondade e misericórdia hão de seguir-me
por todos os dias de minha vida.
E habitarei na casa do Senhor
por longos dias.”

Aqui eu aconselho outro momento de reflexão própria, e pensem. Vejam tudo que ele passou, previsto em Isaías 53, para poder dar-nos todas essas promessas e bençãos. É esta a confiança que devemos depositar nele, que tudo que precisarmos, ele estará conosco, pois foi para isso que ele veio e ele só quer o melhor para nós, todos os santos e longos dias das nossas vidas. Reflita.

Agora vamos à Epístola aos Gálatas

Continuar lendo

Bíblia em 365: para as próximas semanas

“Chegou a hora de entrar nas cartas de São Paulo

“Agora você já está preparado para entrar no estudo das chamadas “pequenas cartas” de São Paulo. São cartas que o apóstolo enviou àquelas comunidades que ele mesmo iniciou e consolidou. Estando diante dessas comunidades, ele complementa o seu trabalho através dessas cartas.

“É algo muito prático, muito vivencial, pois elas remetem a situação daquelas primeiras comunidades e muito da nossa atual situação.

“Leia de acordo com a ordem em que elas estão na Bíblia: Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, Primeira e Segunda Carta ao tessalonicenses, Primeira e Segunda Carta a Timóteo, Tito e Filêmon.

“Vai ser uma aventura. Você já estará navegando em alto mar.

“Se conseguir, especialmente nos tempos livres, ler a carta toda de uma só vez, vai ser muito bom. Trata-se de uma carta e a gente precisa ler tal qual é. Ela é um todo: tem começo, meio e fim. Assim, você vai captar melhor o seu conteúdo.

“De qualquer maneira, será necessário você conseguir o método e fazer o seu diário capítulo por capítulo.

“As nossas Bíblias trazem boas introduções às cartas. É muito bom ler também essas introduções: elas colocam você na situação real e concreta e lhe dão a chave do entendimento do seu conteúdo. Não deixe de ler as notas ao pé da página.

“Você tem trabalho para mais um mês e meio. Se puder adiantar, adiante. Bom fôlego!”

Bíblia em 365: Semana 07

“Em verdade vos digo: dos que aqui se acham, alguns há que não experimentarão a morte enquanto não virem chegar o Reino de Deus com poder.” – Mc 9, 1

Não sei se todos leram as notas de fim de página, mas lá diz que o Reino de Deus que se diz é em relação ao primeiro impulso da Igreja. E achei isso lindo porque sabemos que é na Igreja que temos todo o alicerce cristão. É lá que devemos estar quando buscamos ser verdadeiros amigos de Cristo. A Igreja é a casa dEle e também deve ser para nós como uma segunda casa. Devemos cuidar, respeitar, amar e convidar também os amigos, assim como convidamos para nossa casa para ver um filme, convidar para ir à Igreja buscar uma comunhão com Deus.

“Esta espécie de demônios não se pode expulsar senão pela oração.” – Mc 9, 29

A Bíblia não fala só das maravilhas de Deus. Fala-se muito também sobre a luta, sobre a Cruz que devemos carregar e também afirma a existência de demônios que vivem para tirar a nossa vida. Mas eles não a tiram simplesmente ao matar-nos. Eles tiram a nossa vida ao envolver-nos muito em coisas que não são da vontade de Deus, para que percamos a confiança e fiquemos com vergonha de estar diante de Cristo. Demônios brincam conosco e tiram o nosso livre arbítrio. E pior, ainda fazem parecer que temos o controle da situação quando na verdade já não temos. Por isto  oração é de suma importância. Ao orarmos, entregamos a nossa vida a Deus. Confirmamos que temos plena confiança no que Ele nos diz e que estaremos lutando para chegarmos onde Ele quer que estejamos e demônio nenhum consegue ser maior do que o poder de nossas orações.

“Se alguém quer ser o primeiro, seja o último de todos e o servo de todos.” – Mc 9, 35
“Todo o que recebe um destes meninos em meu nome, a mim é que recebe; e todo o que recebe a mim, não me recebe, mas aquele que me enviou.” – Mc 9, 37
“Muitos dos primeiros serão os últimos, e dos últimos serão os primeiros.” – Mc 10, 31
“Todo o que quiser tornar-se grande entre vós, seja o vosso servo; e todo que entre vós quiser ser o primeiro, seja escravo de todos. Porque o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em redenção por muitos.” – Mc 10, 43-45

Ele quer que estejamos a disposição daqueles que buscam a nós. Às vezes, o nosso sorriso é o único Evangelho do amor de Deus e nós o negamos por achar que tal pessoa não o merece. Não! Precisamos ser firmes no Evangelho e querer anunciá-lo todos os dias. E uma frase muito bonita, dita por São Francisco de Assis é esta: “Evangelize sempre, se necessário, use as palavras.”

Continuar lendo